Colunistas

VOLTEMOS AO PRIMEIRO AMOR

Quando alguém recebe  Cristo como seu Senhor e Salvador, experimenta o deleite do primeiro amor. É uma paixão que incendeia o seu coração e inunda a sua alma. O Espírito de Deus testemunha com o seu espírito que ele é um filho de Deus (Rm 8.16), e essa descoberta traz grande alegria e liberdade.

Infelizmente, muitos cristãos vão se distanciando pouco a pouco desse primeiro amor. Quando um cristão não depende de Deus para satisfazer suas necessidades diárias, o seu amor por Ele vai esfriando. Jesus abordou essa questão quando falou à igreja de Éfeso. Ele disse: “tenho porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrende-te, e pratica as primeiras obras… (Ap 2.4,5). Se você se encontra nessa posição, peça a Deus que tenha misericórdia e o ajude a reacender seu amor por Ele.

Recordando e analisando a experiência da sua conversão, quais mudanças ocorreram em seu relacionamento com Deus? Você está mais ou menos apaixonado pela obra divina? Qual seria a nota que você daria para sua intensidade em servir no reino? Com que expectativa você se prepara para o culto domingo após domingo, com alegria ou com enfado? Se as respostas forem negativas, arrependa-se da sua indiferença para com Deus. O arrependimento envolve uma mudança de mente, coração e direção. Abandone os pensamentos, atitudes e ações que o têm distanciado da presença de Deus, receba o seu perdão e renove o seu compromisso de fazer as primeiras obras da fé.

Em Apocalipse 2.5, a palavra “primeiras” significa “principal” (tempo, lugar, ordem, ou importância), e a palavra “obras” é definida como “labuta” (esforço ou ocupação). Em outras palavras, se você descobriu que tem deixado o seu primeiro amor pelo Senhor, reveja suas prioridades na ordem correta, fazendo as coisas que são mais importantes. O principal é servir ao Senhor. Esta deve ser a nossa ocupação, o nosso foco e esforço.

Quais são essas ocupações ou esforços? Adoração, oração, estudo da Palavra de Deus, oferta, Jejum e o servir aos outros. Uma das maneiras como trazemos glória a Deus e cultivamos o nosso amor por Ele é através da adoração. Diariamente, separe um tempo para refletir sobre Deus. Considere seus feitos na criação e nas circunstâncias da sua vida. Adore-o. Cante louvores a Ele. Bendiga o seu santo nome (Sl 27.4).

 

Pr José Wellington de Souza – Pres. do Campo da ICPB Teresina-Piauí.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

Liderança

O estudo da liderança é de suma importância, principalmente, na época em que estamos vivendo, a fim de ajudar o homem escolhido por Deus a ter sucesso em sua missão. O desconhecimento deste magno assunto leva o líder…

O Resultado de uma Igreja Cheia da …

  Em Atos 2.42-47 nós encontramos os resultados da Igreja do Novo Testamento cheia da unção. No Livro de Atos, a Igreja tinha apenas começado. A Experiência do Pentecostes aconteceu no começo do capítulo 2 de Atos e a Igreja come…

IPCC

A Igreja de Cristo Pentecostal na  America tem uma longa história. Celebraremos cem anos desde a nossa fundação, em 2017. Depois de 100 anos, nossos métodos e estilo de adoração tem mudado, mas a Mensagem tem permanecida fiel à Palavra de D…

Crescimento da Igreja

Lucas 5:1-11 2 – E viu estarem dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes. 3 – E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assent…

VOLTEMOS AO PRIMEIRO AMOR

Quando alguém recebe  Cristo como seu Senhor e Salvador, experimenta o deleite do primeiro amor. É uma paixão que incendeia o seu coração e inunda a sua alma. O Espírito de Deus testemunha com o seu espírito que ele é um filho de Deus (Rm 8…

Aos ministros do evangelho e obreir…

Todos nos esforçamos para destacarmos naquilo que fazemos. Não por vaidade, orgulho,ostentação,mas por amor,responsabilidade,por sentimento de que aquilo que abraçamos,se merece ser feito,merece ser bem feito. Assim Paulo agia, principalmen…

Missões e EU

A população mundial cresce de forma espantosa. Nota-se que no início do Período Cristão, havia cerca de 250 milhões de pessoas em todo o globo; em 1650, esse número aumentou para 500 milhões; em 1850, um bilhão; em 1940, dois bilhões; em 19…

O Eco do Perdão

14 Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. 15 Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas. Mt-6 Comecemos nossa reflexão com o mais sensível da verdade ex…

A LIBERDADE DE CRENÇA E CULTO

Está na moda citar a Carta Constitucional então seguirei nesta linha para refletir um pouco sobre a liberdade religiosa no Estado Brasileiro. Vejamos o que diz o preâmbulo e alguns textos da Constituição Federal: “Nós, representantes do …

  • 1
  • 2
  • 3

Busca de Igrejas

Encontre uma ICPB perto de você

Log In

Create an account