Missões

Oremos pelo surto de Ebola na África

Informações da equipe dos médicos sem fronteiras abaixo:

Nas últimas duas semanas, Médicos Sem Fronteiras (MSF) tratou mais de 70 pacientes com sintomas de Ebola no centro de tratamento de Kailahun, no leste de Serra Leoa. MSF está preocupada com a possibilidade de um aumento no número de pacientes, já que as equipes começaram a trabalhar para encontrar pessoas com o vírus.

“Para acomodar o crescente número de pacientes, MSF expandiu a capacidade do centro de tratamento de 32 para 65 leitos”, diz a coordenadora de emergência Anja Wolz.

Além de tratamento médico, para controlar o surto será necessário um grande número de pessoas para capacitar os profissionais de saúde em medidas de controle da infecção; acompanhar e rastrear as pessoas infectadas e seus contatos; criar uma rede de vigilância epidemiológica e disseminar mensagens de saúde pública.

Por conta de recursos humanos limitados, MSF está concentrando seus esforços no tratamento de pacientes e na educação das comunidades sobre a doença. No momento, mais de 150 profissionais nacionais e internacionais estão trabalhando no controle do surto em Serra Leoa.

MSF está preocupada com casos escondidos

MSF está correndo contra o tempo para impedir a propagação da doença. “Estamos enfrentando uma pressão imensa: quanto mais se demora para encontrar e acompanhar as pessoas que tiveram em contato com as pessoas doentes, mais difícil será controlar a doença”, diz Wolz.

O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) estão começando a reforçar as equipes para o contato de rastreamento. De fato, os pacientes ainda precisam ser identificados – cerca de 40 foram registrados em apenas uma vila em Ngolahun (na Província do Leste, em Serra Leoa). “Ainda não temos ideia de quantas vilas foram afetadas. Tenho receio de que estejamos vendo apenas a ponta do iceberg”, acrescenta Wolz.

Instalações de tratamento especializado

Ao montar centros de tratamento e unidades de trânsito próximos aos vilarejos afetados, MSF pode tratar pacientes rapidamente e reduzir o risco de infecção nos hospitais locais e nas comunidades. Nas unidades de trânsito em Koindu e Daru, pacientes que apresentam os sintomas são isolados enquanto esperam os resultados dos exames.

A cepa Zaire do vírus Ebola pode matar até 90% dos pacientes, mas os pacientes que receberam tratamento aos primeiros sinais da doença têm mais chances de sobreviver.

Educação é indispensável

O Ebola gera medo dentro das comunidades e as pessoas com a doença são, frequentemente, estigmatizadas. “Famílias podem ser expulsas de suas cidades e as pessoas doentes podem ser deixadas para morrerem sozinhas”, diz Wolz. Apoio psicológico é oferecido aos pacientes e suas famílias. As equipes de MSF organizam atividades participativas de promoção de saúde com pacientes curados. Para reduzir o temor, também estão realizando campanhas de sensibilização para informar as pessoas sobre como o vírus se propaga. Assim como estão encorajando as pessoas a relatar casos de febre hemorrágica, evitar contato com pessoas infectadas com o vírus e a não tocar em cadáveres de alguém que contraiu Ebola.

O surto de Ebola que atualmente se espalha pela África Ocidental está alcançando níveis sem precedentes em termos de disseminação geográfica, número de casos e de vítimas. Segundo a OMS, foram registrados 848 casos de Ebola e 518 mortes na Guiné, Serra Leoa e Libéria desde o início do surto.

Nos dias 2 e 3 de julho de 2014, 11 ministros da Saúde da região, OMS e organizações internacionais se reuniram em Acra (Gana) para avaliar a situação e tomar medidas para frear o surto.

MSF pediu a todas as partes presentes para que transformem suas promessas em ações de campo imediatas – em outras palavras, para que disponibilizem médicos qualificados, que organizem sessões de treinamento sobre como tratar Ebola, que melhorem o rastreamento de contatos e ampliem as atividades de sensibilização.

MSF também pediu que líderes e pessoas influentes nos países afetados divulguem mensagens de saúde pública nas comunidades afetadas, já que essa é a única forma de reduzir o medo e o estigma.

post_event:
1408470362

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

Liderança

O estudo da liderança é de suma importância, principalmente, na época em que estamos vivendo, a fim de ajudar o homem escolhido por Deus a ter sucesso em sua missão. O desconhecimento deste magno assunto leva o líder…

O Resultado de uma Igreja Cheia da …

  Em Atos 2.42-47 nós encontramos os resultados da Igreja do Novo Testamento cheia da unção. No Livro de Atos, a Igreja tinha apenas começado. A Experiência do Pentecostes aconteceu no começo do capítulo 2 de Atos e a Igreja come…

IPCC

A Igreja de Cristo Pentecostal na  America tem uma longa história. Celebraremos cem anos desde a nossa fundação, em 2017. Depois de 100 anos, nossos métodos e estilo de adoração tem mudado, mas a Mensagem tem permanecida fiel à Palavra de D…

Crescimento da Igreja

Lucas 5:1-11 2 – E viu estarem dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes. 3 – E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assent…

VOLTEMOS AO PRIMEIRO AMOR

Quando alguém recebe  Cristo como seu Senhor e Salvador, experimenta o deleite do primeiro amor. É uma paixão que incendeia o seu coração e inunda a sua alma. O Espírito de Deus testemunha com o seu espírito que ele é um filho de Deus (Rm 8…

Aos ministros do evangelho e obreir…

Todos nos esforçamos para destacarmos naquilo que fazemos. Não por vaidade, orgulho,ostentação,mas por amor,responsabilidade,por sentimento de que aquilo que abraçamos,se merece ser feito,merece ser bem feito. Assim Paulo agia, principalmen…

Missões e EU

A população mundial cresce de forma espantosa. Nota-se que no início do Período Cristão, havia cerca de 250 milhões de pessoas em todo o globo; em 1650, esse número aumentou para 500 milhões; em 1850, um bilhão; em 1940, dois bilhões; em 19…

O Eco do Perdão

14 Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. 15 Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas. Mt-6 Comecemos nossa reflexão com o mais sensível da verdade ex…

A LIBERDADE DE CRENÇA E CULTO

Está na moda citar a Carta Constitucional então seguirei nesta linha para refletir um pouco sobre a liberdade religiosa no Estado Brasileiro. Vejamos o que diz o preâmbulo e alguns textos da Constituição Federal: “Nós, representantes do …

  • 1
  • 2
  • 3

Busca de Igrejas

Encontre uma ICPB perto de você

Log In

Create an account