Mulheres Vida Cristã

A MULHER CRISTÃ E SUA AUTOESTIMA

Sabemos que hoje no mundo pós-moderno em que vivemos a beleza, a moda e o consumismo estão em alta. Mas, quando nos deparamos com a realidade de nossas mulheres, vemos que a maioria não se enquadra nos padrões de beleza pré-estabelecidos.

Consequentemente, a exigência de perfeição tem causado vários problemas relacionais entre as mulheres, como depressão, baixa autoestima, pânico, complexidade, dentre muitos outros, que afetam a vida familiar, tornando a esposa, mãe, filha e avó em pessoas insatisfeitas e infelizes consigo mesmas, até mesmo dentro da esfera religiosa e eclesiástica.

Ateremo-nos neste artigo a falar sobre a autoestima, pois está estritamente ligada à nossa relação conosco, com Deus e com o próximo.

Sabemos que nosso referencial é a Bíblia, e que dentro dela podemos encontrar os propósitos de Deus para nós, podemos compreender o valor real de cada ser humano e cada ser criado por Deus.

A autoestima é uma tentativa de determinarmos nosso próprio valor. Não num aspecto de objeto ou fornecimento de trabalho, mas como pessoa, como um ser criado à imagem e semelhança de Seu criador.

A autoestima é o conjunto de crenças e atitudes que temos em relação a nós mesmos, como: apreço, consideração, carinho, amor, cuidado, conhecimento, objetivo…

Podemos já ter em mente que nossa autoestima pode aumentar ou diminuir de acordo com a consciência que temos de nós, se nos avaliarmos como somos e agirmos com coerência, nossas atitudes e ações irão refletir quem realmente somos, pensamos, queremos, sonhamos e acreditamos.

 

A Bíblia e o valor que devemos nos dar

Num clássico exemplo de valor, uma pessoa palestrando ao público pega um nota de 100 reais e a apresenta, perguntando qual o valor daquela nota. Após o público confirmar a quantia, ela amassa a nota, joga no chão, pisa e depois pega e pergunta se alguém ainda quer a nota, e a maioria alega que sim. Independente do que ela faça com a nota, nós a iremos querer porque sabemos seu valor.

Muitas pessoas não sabem quão preciosas são, por isso, quando vêm as circunstâncias da vida que as levam para baixo, se deprimem, ficam prostradas. Elas não conseguem se reerguer, por não saber muitas quem são, perdem suas identidades, não conseguem enxergar suas qualidades, se apegam apenas aos seus defeitos, às suas queixas, sem encontrar nenhuma solução.

Sabemos que têm surgido muitas publicações, palestras e pregações sobre o tema, principalmente no final do século passado, e a história nos mostra que a autoestima não é um assunto tão novo assim. No século XVI, o filósofo Michel de Montaigne já afirmava que: “A pior desgraça para nós é desdenhar aquilo que somos”.

Segundo a Bíblia, somos a imagem e semelhança de Deus (Gn 1.26).

A própria Bíblia traz diversas passagens que referenciam a questão do valor que devemos nos dar:

  • João 15.16
  • Romanos 8.37
  • 1 Coríntios 3.16-17
  • Efésios 1.3-5
  • Filipenses 3.12-16

 

O Parâmetro

Jesus disse: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mt 22.39).

Esse texto nos deixa bem claro que, sem aceitação e amor para conosco, não haverá aceitação e amor para com o próximo.

O amor-próprio é parâmetro para o amor ao próximo. Deus não condena o amor-próprio e, se ele fosse nocivo, o mandamento seria amar ao próximo mais do que a si mesmo.

Ainda, o apóstolo Paulo reconheceu o próprio valor quando sua autoridade apostólica foi questionada (2 Co 10,11).

 

Deus nos conhece na nossa essência e nos quer como mulheres:

  • Que conhecem seu valor (o valor que Ele nos dá e que não é pouco);
  • Que procuram aperfeiçoarem-se cada dia mais;
  • Que confiam inteiramente em Deus e não em seus próprios atos;
  • Centradas nEle e não no “eu”;
  • Que não se desprezam, pois esse é um sentimento que o Senhor não tem por nós.

 

A Importância da Mulher

Sejamos mulheres valorosas como a mulher de Provérbios 31.

E que o Espírito Santo nos impulsione a sermos equilibradas e a termos uma adequada autoestima.

O inimigo sabe que a mulher é o equilíbrio do lar, por isso ele tenta desestabilizar a mulher para atingir toda a família.

Nosso papel é o de ser sempre ajudadora idônea (Gn 2.18) e um canal de bênçãos (Pv 14.1) para nossos familiares.

 

Manifestações do Amor-Próprio

Pode ajudar a melhorar a autoestima:

  • Desenvolver nossas habilidades;
  • Aprimorar cada qualidade que Deus nos deu;
  • Saber trabalhar nossas imperfeições;
  • Cuidar do nosso corpo e da nossa saúde;
  • Não tentar seguir padrões irrealistas (principalmente os adotados pela mídia).

 

Mensagem Final:

Que Deus nos abençoe, dando-nos condições de desenvolver e manter uma autoestima saudável:

  • Cuidando para não exagerarmos na autovalorização;
  • Cuidando para não sermos soberbas;
  • Reconhecendo que, diante dEle, diante de nossa família, diante da sociedade e da Igreja, temos um valor, temos algo bom a oferecer.

 

E se você quer parar de sofrer, está na hora de começar a mudar…

Nunca é tarde para isso!

 

Próximos passos:

  • E por onde você vai começar? Primeiro, comece com você.
  • Você tem que construir o seu amor-próprio.
  • E se não consegue fazer isso sozinha, busque a ajuda de Deus e, se necessário, de um profissional adequado!

 

Quanto mais verdadeira você for com você mesma, melhor será o conceito que você terá de si e maior será a sua autoestima.

 

Adaptado do texto de Cláudia Fávero por Manoela Cristina dos Santos

post_event:
1389014312

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

O Resultado de uma Igreja Cheia da …

  Em Atos 2.42-47 nós encontramos os resultados da Igreja do Novo Testamento cheia da unção. No Livro de Atos, a Igreja tinha apenas começado. A Experiência do Pentecostes aconteceu no começo do capítulo 2 de Atos e a Igreja come…

IPCC

A Igreja de Cristo Pentecostal na  America tem uma longa história. Celebraremos cem anos desde a nossa fundação, em 2017. Depois de 100 anos, nossos métodos e estilo de adoração tem mudado, mas a Mensagem tem permanecida fiel à Palavra de D…

Crescimento da Igreja

Lucas 5:1-11 2 – E viu estarem dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes. 3 – E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assent…

VOLTEMOS AO PRIMEIRO AMOR

Quando alguém recebe  Cristo como seu Senhor e Salvador, experimenta o deleite do primeiro amor. É uma paixão que incendeia o seu coração e inunda a sua alma. O Espírito de Deus testemunha com o seu espírito que ele é um filho de Deus (Rm 8…

Aos ministros do evangelho e obreir…

Todos nos esforçamos para destacarmos naquilo que fazemos. Não por vaidade, orgulho,ostentação,mas por amor,responsabilidade,por sentimento de que aquilo que abraçamos,se merece ser feito,merece ser bem feito. Assim Paulo agia, principalmen…

Missões e EU

A população mundial cresce de forma espantosa. Nota-se que no início do Período Cristão, havia cerca de 250 milhões de pessoas em todo o globo; em 1650, esse número aumentou para 500 milhões; em 1850, um bilhão; em 1940, dois bilhões; em 19…

O Eco do Perdão

14 Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. 15 Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas. Mt-6 Comecemos nossa reflexão com o mais sensível da verdade ex…

A LIBERDADE DE CRENÇA E CULTO

Está na moda citar a Carta Constitucional então seguirei nesta linha para refletir um pouco sobre a liberdade religiosa no Estado Brasileiro. Vejamos o que diz o preâmbulo e alguns textos da Constituição Federal: “Nós, representantes do …

Sinais de um pentecostalismo genuín…

Por Wallace Góis Ser pentecostal não é ser melhor que os “não pentecostais”, mas também não é estar numa categoria inferior como muitos sugerem. Por outro lado, ninguém vai deixar de ser salvo porque não acredita ou não experimentou o ba…

  • 1
  • 2
  • 3

Busca de Igrejas

Encontre uma ICPB perto de você

Log In

Create an account